tv   / A Fazenda

Record identifica e demite funcionário por racismo contra Sabrina Paiva

Peoa disse ter ouvido alguem da produção dizer 'senta aí, macaco'

Bruno Vidal Publicado quinta 7 novembro, 2019

Peoa disse ter ouvido alguem da produção dizer 'senta aí, macaco'
Sabrina Paiva foi vítima de racismo e Record demitiu funcionário responsável - Reprodução PlayPlus

Uma polêmica tomou conta nesses últimos dias do reality show ' A Fazenda', transmitido pela TV Record e apresentado por Marcos Mion. Após a participante Sabrina Paiva ter afirmado em conversa com amigas dentro do confinamento que ouviu alguem da produção a chamar de 'macaca', o caso repercutiu na web e tomou grandes proporções. Os internautas fizeram campanha e exigiram a atenção da emissora no caso.

Na última terça-feira, a modelo e ex-Miss São Paulo comentou o caso em conversa com Hariany e André Nóbrega:

"Eu acho que aquilo foi para mim, de verdade. Eu era a única que estava tomando água. Estava todo mundo sentado, aí eu ouvi alguém dizer: 'Senta aí, macaco' e um palavrão", disse Sabrina. Hariany confirmou: "Ele falou sim, senta aí logo, macaco." Sabrina complementou: "Juro, no vidro. Eu não estou surda." Na sequência, a conversa entre elas foi cortada e foi mostrado os peões na sala. Nessa mesma edição Sabrina ainda ganhou a prova do fazendeiro da noite.

Confira o comunicado emitido pela TV Record:

“A Record TV informa que ontem, 05/11, durante o reality A Fazenda, ao vivo, um operador de câmera, posicionado atrás de um dos espelhos da sala, fez um comentário racista a respeito da participante Sabrina Paiva. Imediatamente ao fim do programa, a produtora Teleimage (que presta serviços à Record TV e é a contratante do operador de câmera), identificou o ofensor. Ele foi repreendido e teve seu contrato de trabalho rompido sumariamente. A Record TV repudia veementemente esta atitude e qualquer tipo de preconceito. Como se trata de ofensa racial, será informado à participante Sabrina Paiva que a ela será dado o direito de fazer a representação legal ao ofensor, se assim quiser e no momento que desejar.

A Record TV e a produtora Teleimage lamentam o fato e não admitem que algo dessa natureza aconteça em suas produções.”

 

Último acesso: 17 Jan 2020 - 22:26:13 (1051469).