tv   / Desabafo

Aguinaldo Silva critica Bolsonaro e menciona ditadura

Autor de novelas da Globo falou sobre o plano do presidente para projetos do audiovisual

Bruno Silva Publicado quarta 21 agosto, 2019

Autor de novelas da Globo falou sobre o plano do presidente para projetos do audiovisual
Aguinaldo Silva abriu o verbo contra ideia de Jair Bolsonaro para o setor audiovisual no Brasil - Montagem/Divulgação
Gostou dessa? Clica aqui

O autor Aguinaldo Silva, responsável por várias novelas que já marcaram época na TV Globo, usou suas redes sociais na manhã desta quarta-feira (21) para manifestar seu total descontentamento com um plano anunciado pelo presidente Jair Bolsonaro para as produções audiovisuais no país. Bolsonaro quer criar um edital e reclassificar a política de aprovação a financiamento e seleção das obras, especialmente na suspensão de obras com temática “diversidade de gênero”.

Aguinaldo falou abertamente sobre o que acha da ideia, ao compartilhar um link para a notícia e lembrar até da perseguição sofridas por membros da comunidade LGBT nos anos 70:

"Nós, gays e etc., teremos que nos esconder ou então correr da polícia de novo como acontecia na década de 70? É o que parece”, desabafou Aguinaldo.

Vale lembrar que mesmo sendo autor de alguns dos maiores sucessos da casa, o contrato de Aguinaldo Silva com a Globo se encerra em breve e ainda não foi assinada uma renovação. O último trabalho criado por aguinaldo para a emissora foi a novela 'O Sétimo Guardião', que não teve performance excepcional de audiência e recebeu muitas críticas de telespectadores.

Último acesso: 20 Sep 2020 - 07:28:45 (1050905).