Connect with us

Hi, what are you looking for?

Televisão

Muitas vezes abordado nas novelas, o HIV é um assunto importante!

muitas-vezes-abordado-nas-novelas,-o-hiv-e-um-assunto-importante!

Tema de Malhação, o assunto levanta debates sobre respeito, preconceito, aceitação e saúde

Após 15 anos, Malhação voltou a tocar no assunto HIV/AIDS, com a história de Henrique ( Thales Cavalcanti), que revelou ser soropositivo após se acidentar com Luciana (Marina Moschen) – os dois bateram suas cabeças e sangraram. Com receio, Henrique fez a revelação para a colega, que passou a tomar antirretrovirais para a Profilaxia Pós-Exposição ao HIV (PEP), uma recomendação no caso do paciente, que acredita estar em risco por contato com o vírus HIV. No caso da novela, houve polêmica pelo jeito como a situação foi abordada: o sangramento aconteceu depois da pancada, não houve exposição contínua com o sangue infectado, portanto, não havia risco de contaminação, explica Ralcyon Teixeira, infectologista, supervisor do PS do Instituto de Infectologia Emílio Ribas (SP). Mas aquele que sentir-se em risco pode tomar a PEP, após a avaliação médica. 
É preciso sempre identificar o material biológico envolvido no acidente e o tipo de exposição. As situações que exigem o emprego de PEPs são: prática de sexo sem preservativo, compartilhar agulhas ou seringas e em casos de abuso sexual e acidente de trabalho, comum com profissionais de saúde ou serviços de emergência. “Quanto mais rápido iniciado o tratamento, melhor”, alerta Nina Harumi, infectologista do Hospital Santa Cruz (SP), que ressalta: “Não há restrição social ou de prática diária (para soropositivos). As recomendações são as mesmas para todos: exercícios, alimentação saudável, dormir bem, não fumar e usar camisinha”, diz. Ainda há dúvidas sobre transmissão, tratamento e a vida com HIV. E a desinformação é o maior dos inimigos. O vírus não tem rosto, raça, classe social ou gênero, por isso, o preconceito precisa ir para o ralo. 
Com o acompanhamento e medicamentos em dia, o soropositivo com a carga viral indetectável vive bem, sem os riscos de quem tem AIDS. E, estes, mantendo a disciplina e o cuidado podem minimizar os efeitos e impedir as doenças oportunistas. A informação é a cura.

MITO – HIV = AIDS
Aids é a doença, e o HIV é o vírus que a transmite. Ter o vírus não significa ter Aids, porque a pessoa pode passar anos com o HIV sem que a doença se manifeste. Medicamentos são distribuídos gratuitamente em postos especializados. 

VERDADE – HIV PODE PASSAR PELO BEIJO NA BOCA
As chances são mínimas, apenas se houver um grande ferimento na boca, com muco ou sangue.
MITO – AINDA HÁ GRUPOS DE RISCO
Hoje existem comportamentos de risco, como sexo (hetero e homossexual) desprotegido, uso de drogas injetáveis, contato com sangue ou com objetos cortantes contaminados. 
VERDADE – NINGUÉM MORRE DE AIDS
Aids debilita o organismo e abre espaço para as chamadas “doenças oportunistas” (como a pneumonia), estas sim que realmente podem levar à morte.
MITO – GESTANTES COM HIV TRANSMITEM O VÍRUS NO PARTO NORMAL
A chance de contaminação é de 0,5%, se a mãe tomar as medicações por toda a gestação (durante o parto e após também). A criança também se medica e faz exames sorológicos. 
VERDADE – SEXO ORAL TRANSMITE HIV
O contato com fluídos durante o sexo oral pode transmitir o vírus HIV. A prática deve ser realizada com preservativo.
MITO – CASAIS NÃO PRECISAM USAR CAMISINHA
É essencial o uso do preservativo em toda a relação sexual. No caso de soropositivos, a camisinha evita diferentes mutações do vírus que podem ser nocivas ao organismo. 
VERDADE – TODOS PODEM PEGAR
Relacionamentos estáveis não são prevenção contra o vírus HIV. É necessário que os casais sempre façam o teste para HIV e outras DST’s periodicamente. 
MITO –  O VÍRUS É APENAS TRANSMITIDO POR RELAÇÃO SEXUAL
Situações que podem culminar na transmissão do HIV: compartilhar seringas e agulhas; transfusão de sangue contaminado; reutilização de objetos perfuro-cortantes com presença de sangue ou fluidos com o vírus; durante o parto normal. 
Mais informações sobre o HIV/ AIDS, tratamentos e locais de atendimento em: www.aids.gov.br
O HIV/AIDS esteve na pauta de tramas brasileiras em algumas ocasiões, sempre trazendo à tona diferentes contextos da contaminação (sexo, drogas, transfusão, nascimento). Relembre alguns dos personagens soropositivos das novelas, que emocionaram o público com histórias de superação, aceitação e coragem:

Advertisement

Recomendas

Famosos

A atriz pornô Stormy Daniels já fez mais de 100 filmes

Curiosidades

Bilionários como dono do Facebook investem em bunkers para se proteger de apocalipse

Esporte

Palmeiras derrotado pelo Atlético Paranaense em Barueri

Esporte

Um novo amanhecer de glória para o Esporte Clube Bahia

Música

Datas de shows de Bruno Mars causam confusão e viram caso de polícia

Últimas

Tudo Sobre

O talento de Bruno Mars, inspirado no deus Marte

Netflix

As complexidades da vida em "Limites", um filme que vai além do convencional!

Esporte

Tite e Flamengo estão muito próximos de um vexame histórico

Cinema

David Corenswet vai assumir o papel principal de Superman

Bombando

A cantora Flora Matos causou revolta nas redes sociais ao comentar sobre as enchentes que devastaram o Rio Grande do Sul, resultando em 90...

Especial para você

Televisão

Apresentador do "Manhã do Ronnie" passou situação inusitada

Televisão

"Programa do João" tem estreia prevista para outubro

Séries

O Deus da Trapaça viaja no tempo para uma nova data, com seu lançamento antecipado para 5 de outubro às 22h, exclusivamente no Disney+

Televisão

Narrador transmite semifinais da Copa Sul-Americana

Televisão

Daniela Beyruti é a atual vice-presidente do SBT

Televisão

Apresentador deixou a TV Record a menos de quatro meses

Televisão

Depois de sair da Globo, Galvão contou como está sua vida, abrindo o coração nas redes sociais

Televisão

Ex-apresentador do Encontro se posiciona contra boatos envolvendo a apresentadora

Advertisement