Connect with us

Hi, what are you looking for?

Mundo

Satan 2: O míssil russo que pode atingir os EUA

Os russos possuem mísseis capazes de cruzar o globo terrestre

Satã II: O missil intercontinental de alta tecnologia mais temido pelos EUA e Europa (RT News)
Satã II: O missil intercontinental de alta tecnologia mais temido pelos EUA e Europa (RT News)

A Guerra Fria nunca parou totalmente. Depois de um longo período de paz os EUA decidiram sair do acordo anti-misseis intercontinetais. Essa saída do acordo deixou os russos muito preocupados e irritados. 

Para se contrapor aos novos mísseis intercontinentais do EUA, os russos retomaram suas pesquisas e produção, e chegaram a um novo míssil que Putin afirmou que faria os EUA se arrepender de sair do acordo. 

Advertisement. Scroll to continue reading.

Uma dessas armas extremamente poderosas foi o SS-18 (conhecido no ocidente como Satan), um ICBM (missil intercontinental) criado em 1974 e em uso até hoje.

A versão mais moderna tem 34 metros de altura, pesa 211 toneladas e consegue atingir alvos a 16.000 km de distância, com uma precisão de 500 m. Ele é capaz de carregar ogivas de 20 megatons. O Satã é ejetado do silo por um sistema de morteiros de combustível sólido, usando pólvora negra. 

Advertisement. Scroll to continue reading.

Mas com o tempo o primeiro Satã ficou ultrapassado. Os sistemas de defesa podem diminuir o impacto de um ataque com o Satã I, e manter uma arma com tecnologia dos anos 70 é caro e complicado. Para modernizar seu arsenal, em 2009, os russos começaram a desenvolver o SSX30, sucessor de Satã, conhecido internamente como RS-28 Sarmat, e batizado pela OTAN como Satan 2

Projetado para cobrir 100% das defesas nucleares terrestres russas, o programa do Satan 2 foi adiantado. As projeções iniciais eram para ter o Satan II pronto apenas em 2020, mas Moscou conseguiu adinatar o projeto, deixando pronto em 2018, e fazendo seus últimos testes ano passado, em 2021.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Como é o Satan 2

O missil pesa 100 toneladas e é capaz de lançar 10 ogivas nucleares pesadas ou 16 leves Só que esse não é o maior trunfo do Satan 2, o maior risco são os tipos de ogivas que ele pode levar. No caso, serão planadores hipersônicos, o que torna praticamente impossível interceptar as ogivas lançadas. Toda a tecnologia de interceptação de mísseis cai por terra quando em vez de uma ogiva em trajetória balística –  o que é o normal em mísseis – sua bomba nuclear está em um planador. 

Advertisement. Scroll to continue reading.

Imagine qie ao invés de cair como uma pedra ele cai fazendo curvas calculadase e manobrando, confundindo as defesas inimigas e até alterando a rota no último momento. A Rússia poderia disparar um Satan contra os EUA, por exemplo, apontando para Nova Iorque. A defesa aérea americana lançaria vários interceptadores, mas os planadores poderiam mudar a rota nos últimos segundos, girando até 90 graus e seguindo para Filadélfia, e explodindo sobre a cidade, o que causaria uma tragédia sem precedentes.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Especial para você

Brasil

Por falta de semicondutores, Volkswagen dá férias coletivas

Televisão

Apresentadora da MSNBC causa polêmica com declarações

Esporte

Direitos de TV da Premier League são encerrados para Rússia

Brasil

Avião da FAB decola hoje (07) para a Polônia em missão de resgate

Mundo

Papa fez os comentários fortes desde o inicio da guerra na Ucrânia

Mundo

Principal gasoduto russo parou de funcionar

Brasil

Safra de verão, após setembro e outubro, gera preocupações para agricultura brasileira

Mundo

Nas últimas horas fotos de belas e corajosas militares bombaram nas redes

Advertisement