Connect with us

Hi, what are you looking for?

Famosos

Relembre os filmes de Hector Babenco

relembre-os-filmes-de-hector-babenco

O diretor argentino naturalizado brasileiro faleceu na última quarta e marcou o cinema nacional e internacional

Hector Babenco nasceu no dia 7 de fevereiro de 1946 na
capital da Argentina, Buenos Aires, mas foi no Brasil que ele construiu a sua
vida e carreira. Conhecido mundialmente, o diretor se naturalizou brasileiro em
1977 e era fascinado por retratar a nossa realidade, em especial a cidade de
São Paulo, local em que morava com a esposa e atriz Bárbara Paz. Na quarta 13, Hector
faleceu, aos 70 anos, após uma parada respiratória no hospital Sírio Libanês,
onde tratava de uma sinusite. O corpo está sendo velado na Cinemateca de São
Paulo e artistas estão prestando homenagens. É inegável: o cinema perdeu um de
seus grandes nomes, mas Babenco deixou obras importantíssimas que devem ser
assistidas. A seguir, confira uma lista dos cinco principais filmes nacionais
de Babenco e saiba quando Meu Amigo Hindu,
última produção do diretor, será transmitida na Globo!

O Rei da Noite – 1975

O primeiro filme brasileiro de Hector Babenco é O Rei da Noite, que conta a história de
vida do Tertuliano, um homem que viu
a sua tradicional família paulistana ser arruinada pela doença mental do pai. A
trama mostra desde a infância do personagem até a velhice. Assim, acompanhamos
todas as suas conquistas e desilusões. O elenco conta com Paulo José no papel de Tertuliano, Marília Pêra e Vic Militello.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Pixote, a Lei do Mais
Fraco
– 1980

Através deste filme, Babenco retratou a cruel realidade nas
ruas de São Paulo, onde crianças têm sua inocência corrompida ao entrarem em
contato com o mundo do crime, violência e prostituição. A história rendeu ao
diretor grandes prêmios, como o Leopardo de Prata na Suíça e a estatueta de
melhor filme estrangeiro segundo o New
York Film Critics Circle Awards, nos Estados Unidos. No elenco, estão: Fernando Ramos da Silva, Marília Pêra, Jorge
Julião, Tony Tornado, Beatriz Segall e Elke Maravilha. 

O Beijo da Mulher-Aranha
– 1985

Advertisement. Scroll to continue reading.

Um dos principais trabalhos do diretor, O Beijo da Mulher-Aranha é uma co-produção entre o Brasil e os Estados Unidos que rendeu o prêmio de melhor ator para William Hurt e a indicação de Melhor Diretor para Hector Babenco no
Oscar de 1986. O filme conta a história de dois prisioneiros, Valentín Arregui (Raul Julia), um
militante de esquerda e Luís Molina (William
Hurt), condenado por corrupção de menores, que se tornam amigos e confidentes.
O roteiro é baseado no livro de Manuel
Puig e o elenco conta também com Sônia Braga.

Carandiru – 2003

É difícil encontrar alguém que nunca tenha escutado sobre o
filme Carandiru, dirigido por Hector
Babenco e baseado no livro do médico Drauzio Varella, chamado Estação Carandiru, onde ele narra suas
experiências no presídio. A história mostra o antes, durante e depois do
massacre que aconteceu em 2 de outubro de 1992, matando cerca de 111 detentos.
O elenco é um show à parte: Luiz Carlos
Vasconcelos, Robson Nunes, Caio Blat, Wagner Moura, Rodrigo Santoro, Lázaro
Ramos, Milton Gonçalvez, Vanessa Gerbelli e etc.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Meu Amigo Hindu
2015

Último trabalho de Babenco, Meu
Amigo Hindu
será exibido neste sábado, 16, no Supercine. O filme tem como
astro principal o ator norte-americano Willem
Dafoe e grandes artistas brasileiros, como
Barbara Paz, Maria Fernanda
Cândido, Reynaldo Gianechini, Selton Melo, Maitê Proença
e Dalton
Vigh. A história é autobiográfica e Hector Babenco fala sobre a proximidade
da morte. 
O longa narra a história de Diego
(Willem Dafoe), famoso diretor de cinema que, ao ser diagnosticado com câncer
terminal, decide se casar e se despedir dos amigos. Durante sua recuperação,
ele conhece um menino hindu de oito anos que também está internado. Juntos,
eles vivenciam aventuras fantasiosas, inspiradas no cinema, e que ajudam a
superar a difícil realidade da doença. Um dia, o menino não aparece mais.

Meu Amigo Hindu
retrata, mesmo que de maneira fictícia, a luta de Hector Babenco contra um
linfoma durante oito anos. O que não foi o suficiente para fazê-lo esquecer do
seu amor pelo cinema. Por isso, não
perca: a Globo exibe o filme logo após o Altas Horas no sábado, dia 16. 

Advertisement. Scroll to continue reading.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Você também vai gostar disso

Televisão

A jornalista Poliana Abritta, que apresenta o Fantástico, compartilhou um desabafo após a morte do seu pai, José Martins Ferreira, que morrei de leucemia...

Famosos

A estudante de moda Sasha Meneghel casou com o cantor João Figueiredo, com quem namorava desde abril de 2019. O casal ficou noivo em fevereiro...

Famosos

A jornalista, que atualmente comanda um programa na TV Band, vai ganhar também um programa na BandFM e está de mudança para São Paulo

Famosos

Influenciadora revelou em um vídeo publicado nas redes sociais que vai tentar refazer o casamento com Arthur Aguiar

Famosos

Ex-mulher de Carlos Alberto de Nóbrega revelou que a depressão é uma luta silenciosa e muitas vezes incompreendida por quem não sofre

Famosos

O marido da atriz Glória Pires recebeu alta de hospital onde se internou para tratar da covid em Brasília.

Famosos

Marina Ruy Barbosa desembarcou em São Paulo com um disfarce, após voltar de viagem ao exterior com o novo affair Guilherme Mussi.

Famosos

O ator Tony Ramos recebeu a primeira dose da vacina contra a covid neste sábado (27) em um posto de vacinação no Rio de...

Advertisement