Connect with us

Hi, what are you looking for?

Famosos

Fernando Pavão fala sobre seu personagem em ‘Escrava Mãe’

fernando-pavao-fala-sobre-seu-personagem-em-‘escrava-mae’

Após papel sensual, o ator adorou o convite para ser o vilão Almeida

Ele foi um galã em Pecado Mortal (2014). Logo depois, Fernando Pavão aceitou viver o vil Comendador Almeida, de Escrava Mãe. Muito diferente de seu último trabalho, em que vivia sem camisa e exibia os músculos, agora é um bonvivant da época da escravidão no Brasil. “Ele é um cara de má índole, mas também sarcástico”, conta o ator, de 45 anos. Ainda este ano, Fernando se prepara para viver o papel do produtor Rick Bonadio, na série da Record sobre o grupo musical Mamonas Assassinas. Confira a entrevista do galã! 

O seu último trabalho de “época” foi em Sansão e Dalila, um herói histórico. E agora o vilão clássico. É bom mostrar seu outro lado? 
Foi muito legal fazer Sansão e Dalila. É normal que o público associe o personagem que fazemos uma vez em mais de um papel. Só que não é isso que interessa ao ator, mas sim procurar o que é novo e diferente do que estava fazendo. 
Que referências usou agora para compor o Comendador Almeida? 
Não queria que o Almeida virasse um estereótipo. O texto em si nos deu muitas informações e me debrucei ali para construir o meu personagem. O Almeida tem doçura na voz, fala mansa, com rompantes de fúria em que fica cego e faz as maiores atrocidades. Tentamos fazer um vilão simpático, com humanidade. 
Almeida é obcecado pela Juliana. 
Sim. E ele a persegue sem limites, fica fascinado por ela. E isso não é amor! É, sim, uma coisa diferente, está próximo da questão do poder. Ela é “só” uma escrava e ele, seu senhor. Então acha que ela tem o dever de servi-lo. Isso, claro, na mente dele. 
As cenas de Almeida são fortes. Como se desliga após gravar? 
Não levo o personagem para casa, não sofro com ele. Tenho uma relação saudável com meu trabalho de separar o que é a ficção e o que é o Fernando. Às vezes, cansa fisicamente, mas só isso. Nada de tomar banho de sal grosso depois de gravar (risos). 

E como fazer para entrar na pele de um personagem que encara isso com naturalidade? 
Não posso julgar o Almeida. Questionar suas atitudes seria podar meu trabalho. Fui cuidadoso para não acontecer isso, construí o personagem do jeito que achava que ele era. 

Como foi gravar em Paulínia? 
Foi legal! Como está todo mundo fora de casa, você acaba criando muita cumplicidade. Morávamos no mesmo lugar e a convivência foi muito boa! Quando você admira a pessoa com quem está contracenando, a conhece melhor, na hora de gravar tudo flui. 

Como vê toda a repercussão em torno da novela? 
Escrava Mãe tem bons personagens e uma história muito boa. Fico feliz e orgulhoso por fazer este trabalho!

Advertisement. Scroll to continue reading.

Recomendadas

Música

Cantor deixou uma faixa secreta em seu último álbum, “Saturno”

Música

Seu nono álbum de estúdio, de mesmo nome, será lançado no dia 17 de fevereiro

Famosos

Esposa de Pedro Scooby se pronunciou nas redes após desabafo do marido

Famosos

A cantora e influenciadora completa 1 ano sem lançamentos musicais

Famosos

Atriz compartilha ensaio no país e seguidores ficam apaixonados

Música

Rapper visita o país com sua turnê "Magic Man World Tour"

Especial para você

Famosos

Astrologia prevê que os nascidos em peixes podem revisitar a carreira profissional para cuidar do lado psicológico

Carnaval

Cantora começa o ano aquecendo a chegada do Carnaval e cercada de fãs e amigos

Famosos

Ator que faz o Capitão América mostrou uma retrospectiva com momentos divertidos ao lado da amada

Música

Cantora ex-RBD também figurou entre as mais tocadas no Spotify Brasil

Bombando

Influenciadora compartilha registros da noite de Natal e gera reações

Bombando

Modelo ostenta beleza e boa forma e ganha elogios

Famosos

Atriz revelou o caso no programa "Que História é Essa, Porchat?"

Famosos

Atriz ganhou muitos elogios dos seguidores com sequência de fotos

Advertisement