Connect with us

Hi, what are you looking for?

Famosos

Deborah Evelyn fala sobre sua personagem em A Regra do Jogo

deborah-evelyn-fala-sobre-sua-personagem-em-a-regra-do-jogo

Deborah Evelyn chegou à novela das 9, mexeu na regra do jogo, mudou o rumo da história e desvendou mistério

Num papel desafiador, Deborah Evelyn conta que a Kiki, de A Regra do Jogo, é diferente de tudo o que ela já fez. “A novela do João (Emanuel Carneiro) é bem diferente do que estou acostumada, no melhor sentido, claro. Ela tem um ritmo maravilhoso, e uma agilidade incomum. E a Amora (Mautner) imprimiu um tipo de direção incrível, muito nova, orgânica e forte. Não dá para relaxar. É um desafio. Se a gente descansa, não criamos nada de novo, e aí fica chato né?”, explica a atriz, de 49 anos. Casada com o arquiteto alemão Detlev Schneider, Deborah tem a felicidade estampada no rosto. Animada com as festas de fim de ano com toda a família reunida em Angra dos Reis, no Rio, a carioca conversou com MINHA NOVELA sobre a Kiki, e seus planos para 2016.

Como é chegar no meio da novela para mudar a regra do jogo?
É ótimo! Mas entrar quase no meio da novela é bem complicado, nunca tinha feito isso. Só que, ao mesmo tempo, tive muita sorte. Caí num núcleo em que tenho muita intimidade. Já trabalhei com o Tony (Ramos) em Selva de Pedra (1986). Já faz 30 anos. Também já contracenei com a Renata (Sorrah), que é minha tia. E conheço o Zé (José de Abreu) há 30 anos também. Sou íntima de todo mundo, então, me senti acolhida. 
A entrada da Kiki na trama foi como você esperava?
A personagem realmente é tudo o que o João falou: “Fica calma! Você vai demorar para entrar, mas quando isso acontecer vais ser muito bom (risos)”. Estou feliz, porque esses personagens que são fortes, no sentindo de trazer uma mensagem, são muito bons. Tem essa coisa dela estar mudando a história toda e é muito interessante a Kiki estar falando sobre a síndrome de Estocolmo, que nunca foi abordada na televisão. 
Como é a relação da Kiki com o Zé Maria (Tony Ramos)?
Eu fiz várias pesquisas. A síndrome de Estocolmo é um estado psicológico que, sem perceber, a pessoa entra numa forma de se proteger daquele mal tão grande. Imagina: Kiki ficou quase dez anos presa no quarto, sem janela, sem luz do sol, é um horror! E aí, ela acabou se apaixonando pelo Zé Maria, dentro da síndrome de Estocolmo! Mas ela acha que está apaixonada… 
Mas será ela vai continuar apaixonada por ele?
Ela agora já é liberta, poderia sair se quisesse. Esse é o problema. Kiki poderia ir embora, mas tem a questão do por que ela não vai… São algumas das cenas secretas (risos). Tem algo a mais, que não é só a síndrome de Estocolmo, mas é ao mesmo tempo. Não é uma entrega 100%, ela percebe que aquele homem é um bandido. 
Aquela Kiki, ingênua, ainda existe? Ela se tornou uma vilã?
Aquela Kiki morreu. O que vai acontecer com ela daqui pra frente eu não sei ainda. Novela é uma obra aberta e o João é muito criativo. Até agora eu a vejo como uma vítima dessa história toda. Mas ela pode virar uma vilã sim, tem muitos segredos por aí, alguns até que eu não sei (risos). O João me contou alguns, outros, ele falou: “nem você vai saber! (risos)”. 
Kiki causou na internet. Você é ligada em redes sociais? 
Uso o Facebook raramente, gosto mais do Instagram mesmo. Acho interessante, é uma plataforma em que as pessoas podem falar com a gente sem serem invasivas. São sempre carinhosos comigo. É um ótimo canal para conversar, só não pode ser exagerado, como tudo na vida. Mas dentro de um equilíbrio eu gosto. 

Qual é o final que você idealiza para a sua personagem?
Eu queria que ela recuperasse a vida dela. Kiki vive com um bandido e ela não tem essa índole, ela não acredita nessa vida. Está vivendo assim por sobrevivência, mas eu espero que ela consiga retomar e de alguma maneira ser feliz. Eu não sei, por exemplo, como foi a primeira vez do Zé Maria com ela, se foi estupro ou se foi consentido. Mas, realmente, ela não seria feliz com o Zé Maria porque, até onde eu sei, ela não tem a índole má. O que mostra não é isso. 
E o que você planeja para 2016?
Depois da novela vou viajar um pouco, encontrar com a minha filha Luiza, na Alemanha, fazer a peça Estranhos. com, que começo a ensaiar em julho. É isso que está mais ou menos encaminhado.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Recomendadas

Big Brother Brasil

Confinados relaxaram a pressão do segundo paredão que se aproxima

Música

Os artistas cantaram a música ao vivo durante o show de Camilo no Microsoft Theather, em Los Angeles

Música

Tília, uma das maiores apostas do pop nacional,  lançou na última quinta-feira (26), às 21h, em todas as plataformas digitais pela Som Livre, seu...

Música

Cantor deixou uma faixa secreta em seu último álbum, “Saturno”

Música

Seu nono álbum de estúdio, de mesmo nome, será lançado no dia 17 de fevereiro

Famosos

Esposa de Pedro Scooby se pronunciou nas redes após desabafo do marido

Especial para você

Famosos

Astrologia prevê que os nascidos em peixes podem revisitar a carreira profissional para cuidar do lado psicológico

Carnaval

Cantora começa o ano aquecendo a chegada do Carnaval e cercada de fãs e amigos

Famosos

Ator que faz o Capitão América mostrou uma retrospectiva com momentos divertidos ao lado da amada

Música

Cantora ex-RBD também figurou entre as mais tocadas no Spotify Brasil

Bombando

Influenciadora compartilha registros da noite de Natal e gera reações

Bombando

Modelo ostenta beleza e boa forma e ganha elogios

Famosos

Atriz revelou o caso no programa "Que História é Essa, Porchat?"

Famosos

Atriz ganhou muitos elogios dos seguidores com sequência de fotos

Advertisement