Connect with us

Hi, what are you looking for?

Famosos

A magia da oralidade

a-magia-da-oralidade

Quem conta histórias faz um bem danado à alma de quem se converte em plena escuta. Que o diga a atriz Ana Luisa Lacombe. Em livro, ela resgata as belezas desse ofício milenar

Ouvir uma narrativa bem contada é um deleite em qualquer idade. Ainda mais quando nos atravessa por todos os poros. Especialista nessa arte há 14 anos, a atriz carioca Ana Luisa Lacombe lança Quanta História Numa História – Relato das Experiências de uma Contadora de Histórias (ed. É Realizações, R$ 39,90). A obra, acompanhada da versão em audiobook, aborda temas relacionados ao ofício, tais como gêneros narrativos, estudo da história, recursos pessoais (voz, corpo, respiração), além de experiências que marcaram a trajetória da artista. Falamos com ela para que destaque alguns de seus mais saborosos “causos”.

De que elementos você se vale para tocar plateias de todas as idades? 
Nos espetáculos narrativos uso os recursos do teatro, mas nas narrações simples apenas conto e toco meu ukelele ou violão para acompanhar as canções que uso para alinhavar as histórias. Acredito no poder das palavras e estudo bastante a trama. Assim, com o domínio da narrativa, consigo levar todos comigo na “viagem”.

O que as histórias podem fazer por nós em qualquer tempo e lugar? 
Elas nos abastecem de mundo simbólico, o que nos ajuda a lidar com o real. Trazem metáforas sobre as situações da vida levando a uma existência mais sensível. Através do mundo sombrio, muitas vezes apresentado nas histórias, adquirimos recursos para lidar com essas questões quando elas surgirem em nossa vida. Além disso, podemos nos conectar com nosso próprio lado sombrio, lidando com ele de forma mais saudável e integrada.
De qual passagem você jamais se esquecerá? 
Certa vez, na Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD), crianças com paralisia cerebral foram se soltando, participando espontaneamente, fazendo comentários e até sonoplastia (batidas na porta, cavalo, campainha etc.). As mais apáticas começaram a sorrir e se manifestar. Alguns, que não conseguiam falar, demonstravam seu entusiasmo rindo, balançando-se e tentando se expressar através do corpo. Percebi que incluir crianças com dificuldades motoras e verbais nas histórias era uma maneira de torná-las presentes e atuantes.
ANA LUISA LACOMBE 

Advertisement. Scroll to continue reading.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Recomendadas

Famosos

Atriz compartilha ensaio no país e seguidores ficam apaixonados

Música

Rapper visita o país com sua turnê "Magic Man World Tour"

Carnaval

Ana Paula Minerato é figurinha carimbada no desfile da escola de samba do Corinthians

Famosos

Empresário abriu sua intimidade em entrevista à revista QUEM

Big Brother Brasil

Agroboy abriu o verbo e surpreendeu os colegas de confinamento

Famosos

Perfil do cantor com com 11 milhões de seguidores foi hackeado na madrugada

Especial para você

Famosos

Astrologia prevê que os nascidos em peixes podem revisitar a carreira profissional para cuidar do lado psicológico

Carnaval

Cantora começa o ano aquecendo a chegada do Carnaval e cercada de fãs e amigos

Famosos

Ator que faz o Capitão América mostrou uma retrospectiva com momentos divertidos ao lado da amada

Música

Cantora ex-RBD também figurou entre as mais tocadas no Spotify Brasil

Bombando

Influenciadora compartilha registros da noite de Natal e gera reações

Bombando

Modelo ostenta beleza e boa forma e ganha elogios

Famosos

Atriz revelou o caso no programa "Que História é Essa, Porchat?"

Famosos

Atriz ganhou muitos elogios dos seguidores com sequência de fotos

Advertisement