Connect with us

Hi, what are you looking for?

Esporte

Prejuízo milionário: Vaidebet cancela patrocínio do Corinthians

Vaidebet encerra parceria com o Corinthians após polêmicas e denuncias de fraudes e laranjas

Acordo com Vaidebet "Vai pro brejo" e vira piada entre torcedores (Foto: Reprodução)
Acordo com Vaidebet "Vai pro brejo" e vira piada entre torcedores (Foto: Reprodução)

O Corinthians, mais uma vez, perdeu um patrocinador. Desta vez de forma vergonhosa, pois o antigo patrocinador (casa de apostas Vaidebet) cancelou o contrato usando a clausula de proteção contra fraudes e prejuízos de imagem, ou seja, o e ex-patrocinador afirmou oficialmente que a associação de imagem com o Corinthians estava prejudicando a imagem da marca.

Na manhã desta sexta-feira, a casa de apostas VaideBet oficializou o fim da parceria com o clube alvinegro, em meio a um mar de polêmicas e acusações de fraude.

Neto perdeu a paciência com o Corinthians
Neto perdeu a paciência com o Corinthians (Foto: Reprodução/Twitter X)

Em nota oficial, a VaideBet anunciou que não patrocinará mais o Timão. O comunicado veio logo após a confirmação de que a diretoria alvinegra havia enviado um ofício respondendo a acusações de que uma empresa “laranja” recebeu parte do dinheiro destinado ao intermediador do negócio, a Rede Social Media Design. Parece que a novela corinthiana ganhou mais um capítulo.

“A marca avalia que não se pode manter a parceria enquanto pairar sobre o acordo qualquer suspeita em relação a condutas que fujam à conformidade com a ética e os preceitos legais. Só a dúvida, no crivo ético da marca, já é suficiente para determinar a rescisão – que foi exercida pela VaideBet suscitando cláusulas do contrato que protegem direitos da marca nessa decisão”, diz trecho do comunicado. Em outras palavras, até a sombra de uma pulga atrás da orelha foi motivo suficiente para a VaideBet pular fora.

O acordo original, firmado por R$ 360 milhões em três temporadas, pagava R$ 10 milhões ao clube por mês. Mas antes do fim da parceria, a gestão do presidente Augusto Melo já estava em crise, com o diretor jurídico Yun Ki Lee e o superintendente de marketing Sérgio Moura protagonizando disputas internas dignas de novela das nove.

No comunicado, a VaideBet não deixou claro se a rescisão acionou alguma cláusula ou se haverá pagamento de multa. A princípio, a empresa teria de pagar cerca de R$ 30 milhões, ou 10% do montante devido até o final do contrato. Parece que o Corinthians não só perdeu um patrocinador, mas também vai precisar de um bom advogado.

Veja a nota completa

“A VaideBet informa que exerceu nesta sexta-feira (7) a rescisão do contrato de patrocínio com o Sport Club Corinthians Paulista. Desde o início de abril, a marca acompanha e solicita esclarecimentos sobre as suspeitas levantadas, tendo já realizado reuniões, comunicações formais e notificação extrajudicial. Diante das explicações apresentadas sem nenhuma resolutividade, a VaideBet lamentavelmente se vê obrigada a tomar tal atitude.

A marca avalia que não se pode manter a parceria enquanto pairar sobre o acordo qualquer suspeita em relação a condutas que fujam à conformidade com a ética e os preceitos legais. Só a dúvida, no crivo ético da marca, já é suficiente para determinar a rescisão – que foi exercida pela VaideBet suscitando cláusulas do contrato que protegem direitos da marca nessa decisão.

A VaideBet lamenta pelo fim de uma parceria que deveria ter durado no mínimo três anos e agradece, pelo carinho e pelo respeito, à imensa e apaixonada torcida do Corinthians, que diariamente sustenta a história e os valores da instituição.”

Relembre o caso

O acordo teve a Rede Social Media Design LTDA como intermediária, recebendo um montante de R$ 25 milhões. Em maio, o Corinthians já havia depositado parte deste valor, sendo R$ 1,4 milhão em duas remessas. Estes pagamentos foram feitos sem o conhecimento do diretor financeiro Rozallah Santoro, que estava em viagem. Marcelo Mariano, diretor administrativo, foi o responsável por priorizar as transações em meio a outros problemas financeiros do clube.

Segundo o colunista Juca Kfouri, parte do montante já depositado foi repassado para outra empresa, a Neoway Soluções Integradas em Serviços LTDA. O problema? A sócia da Neoway, Edna Oliveira dos Santos, nem sabia que era dona da empresa. Parece que, no Corinthians, até o patrocinador joga contra.

Advertisement

Recomendas

Esporte

West Ham contrata Luis Guilherme, do Palmeiras, por cinco anos

Esporte

Boston Celtics abre 3 a 0 sobre Dallas Mavericks nas finais da NBA

Tudo Sobre

O mistério do número 60 criado pelos sumérios

Cinema

James Gunn Confirmou: Teremos uma Nova Mulher-Maravilha no Universo DC dos Cinemas!

Esporte

Dois clubes da Premier League estão na briga para levar o goleiro Carlos Miguel

Últimas

Esporte

Vaidebet encerra parceria com o Corinthians após polêmicas e denuncias de fraudes e laranjas

Tudo Sobre

Saiba como descobrir se existe uma traição em seu relacionamento

Saúde

Dona de clinica que realizava procedimento illegal e influenciadora de imagem nas Redes Sociais

Esporte

Beltway, principal acusadora de Lucas Paqueta, patrocina seu time West Ham

Esporte

Título coroa brasileiro e até jornais de Barcelona se rendem ao gigante de Madri

Especial para você

Esporte

Dois clubes da Premier League estão na briga para levar o goleiro Carlos Miguel

Esporte

Timão dá o maior vexame da sua história no Paulistão

Esporte

Técnico português não gostou nada do que ouviu do ex-jogador

Esporte

Com dois a mais, Verdão perdeu a chance de assumir a liderança

Esporte

Rivais se enfrentam neste domingo (18) em momentos diferentes

Esporte

Timão correu contra o tempo e conseguiu registrar o novo treinador

Esporte

Craque esteve na Vila Belmiro e ouviu pedidos para voltar ao Peixe

Esporte

Timão apostou no treinador para aliviar a pressão nesta temporada

Advertisement