Connect with us

Hi, what are you looking for?

Economia

Plataforma promove compartilhamento de materiais na economia

plataforma-promove-compartilhamento-de-materiais-na-economia

Com o objetivo de estimular a colaboração entre organizações de todos os setores da economia, a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) desenvolveu a plataforma Conecta Recursos, que estimula a economia circular por meio do compartilhamento de materiais e máquinas.

Dentro da área de articulação institucional, o reaproveitamento de resíduos já era uma questão trabalhada pelos técnicos da Firjan. “A indústria já percebe valor na reutilização e na comercialização de materiais”, disse à Agência Brasil a especialista em Meio Ambiente da Firjan, Carolina Zoccoli. Isso se aplica não só à questão de resíduos, mas de qualquer recurso que as empresas considerem ocioso ou que esteja em desuso e que não apresente valor para elas.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Esse resíduo não precisa necessariamente ser industrial. Pode ser uma matéria-prima da indústria têxtil, por exemplo, adquirida para uma nova coleção, que sobrou e é de ótima qualidade. “Com essa prática do compartilhamento, a gente veio percebendo que um laboratório imenso, que só é utilizado durante um turno, ou um período do ano, pode servir a outra companhia”, disse Carolina.

Reflexão

A plataforma Conecta Recursos foi criada para fazer as empresas refletirem sobre o que elas têm disponível em termos de recursos e está ocioso no momento, ou em todos os momentos, e não é mais usado naquele processo, afirmou a especialista da Firjan. “Ela pode compartilhar para que outras empresas tenham condições de absorver aquele valor e obter algum resultado daquela negociação”.

Advertisement. Scroll to continue reading.

A ideia é fazer com que as coisas não fiquem paradas, que não haja desperdício. “Que não se perca nada”. Ao mesmo tempo, significa uma fonte de renda extra para as empresas que estavam se recuperando de uma crise econômica e, diante da pandemia do novo coronavírus, tiveram que se reinventar para sobreviver. Carolina Zoccoli afirmou que no momento em que as empresas identificarem o que têm parado ou ocioso, de forma permanente ou não, serão estimuladas a ter o olhar mais colaborativo e menos competitivo, no sentido de esconder dos outros suas estratégias.

Gratuidade

Carolina informou que as empresas que quiserem poderão anunciar, de forma gratuita, na plataforma Conecta Recursos, maquinário, matérias-primas ou instalações ociosas ou sem uso. A plataforma está aberta somente para pessoas jurídicas com Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) ativo, de qualquer segmento econômico. “Pode ser um laboratório, centro de pesquisa, empresa prestadora de serviços. Não precisa ser só indústria, não”. Ela observou que a plataforma é uma tentativa de trazer um pouco o empresário para essa nova realidade mais colaborativa e evitar o desperdício. “A gente está apostando bastante nesse propósito”.

Advertisement. Scroll to continue reading.

A proposta da plataforma Conecta Recursos é fazer circular recursos disponíveis por meio de doações, trocas, empréstimos ou venda. A economia compartilhada é um modelo de negócio que ganha cada vez mais força, na medida em que estimula o comportamento de consumo mais consciente. A Firjan não interfere na negociação, que é livre entre as partes interessadas.

A plataforma pode ser acessada na página conectarecursos.firjan.com.br. 

Advertisement. Scroll to continue reading.

Especial para você

Brasil

Conheça o IPVA 2022 mais caro de São Paulo, veja o valor

Atualidades

Mais de 11,5 milhões de famílias podem ter descontos de até 65% na da conta de luz

Atualidades

Governo norte-americano incluiu 12 empresas chinesas em lista negra e governo chinês reagiu com energia

Atualidades

Aeronautas reclamam de intransigência nas negociações e prometem parar a partir do dia 29

Economia

Instituto que estuda varejo aponta que Black Friday fraca e tímida em 2021. De 28 grupos de produtos, apenas cinco devem ter alta nas...

Saúde

Ministério da Economia irá liberar R$ 1,4 bi para compra de vacinas. Recursos serão remanejados para Plano Nacional de Imunização.

Mundo

Iniciativa reforça compromisso com a resposta ao fluxo migratório venezuelano no Brasil; com financiamento do Governo de Luxemburgo

Brasil

A Câmara dos Deputados aprovou, na noite desta quarta-feira (11), por 339 votos a 123, o texto-base da Proposta de Emenda à Constituição (PEC)...

Advertisement