Connect with us

Hi, what are you looking for?

Cinema

Disney diz que mais lançamentos de filmes podem pular os cinemas

disney-diz-que-mais-lancamentos-de-filmes-podem-pular-os-cinemas

CEO da empresa vê mudanças de estratégia para lançamentos durante e depois do COVID-19

O CEO da Disney, Bob Chapek, elogiou o filme durante a teleconferência da empresa na terça-feira, mas disse que decidirão  “caso a caso” como os filmes serão lançados durante a pandemia do COVID-19 e depois.

“Acreditamos muito no valor da experiência teatral”, disse ele ao discutir o segundo trimestre fiscal da Disney. “Mas também acreditamos que, seja por causa da mudança e evolução da dinâmica do consumidor, seja por causa de certas situações como a COVID, podemos ter que fazer algumas alterações na estratégia geral. … Vamos avaliar cada um de nossos filmes caso a caso, como estamos fazendo durante esse momento de coronavírus. ”

Ele citou o lançamento de Artemis Fowl, que está indo diretamente para o streaming da Disney em junho sem ir antes nos cinemas devido ao seu “apelo demográfico” no serviço de streaming.

Os principais lançamentos de sustentação para o restante de 2020 foram adiados, a fim de tentar tirar proveito do “poder” dos cinemas como impulsionador de receita, observou Chapek. Mulan, que já foi pressionado, está programado para testar a receptividade em 24 de julho, embora as perspectivas sejam altamente incertas.

Em 2019, a Disney faturou mundialmente cerca de US $ 13 bilhões em bilheteria. A liberação de filmes diretamente para os consumidores aumentaria as margens de lucro da empresa (uma vez que não haveri divisão de receita com os cinemas), mas o marketing da empresa foi otimizado nos últimos anos para lançamento em cinemas.

A Disney, que se juntou ao canal de filmes da Fox no ano passado, controla grande parte do mercado de salas de exibição, com pelo menos 40% do mercado nos EUA. Devido à escala e ao modelo econômico de sua lista de lançamentos – com sete de seus títulos de 2019 gerando US$ 1 bilhão em bilheterias, tirar as salas de cinema do negócio não faz sentido. Migrar títulos que custam centenas de milhões para vendas a US$ 7 por mês no streamming Disney+ não é uma troca que funcionaria tão cedo.

Sobre o tipo de clima que receberá o lançamento de Mulan o CEO acredita que “teremos uma boa idéia disso porque há um filme competitivo que se abre uma semana antes do nosso“, referindo-se ao lançamento da Warner Bros.

Nesse momento, esperamos que haja algum retorno ao normal em termos de número de telas que estão abrindo e número de horários de exibição. … Nossos dedos estão cruzados. Tem que haver uma demanda reprimida incrível” para os cinemas, acrescentou o CEO da Disney.

Advertisement

Recomendas

Música

Festival promete agitar o Villa Lobos com um line-up incrível

Famosos

A atriz pornô Stormy Daniels já fez mais de 100 filmes

Curiosidades

Bilionários como dono do Facebook investem em bunkers para se proteger de apocalipse

Esporte

Palmeiras derrotado pelo Atlético Paranaense em Barueri

Últimas

Esporte

Um novo amanhecer de glória para o Esporte Clube Bahia

Tudo Sobre

O talento de Bruno Mars, inspirado no deus Marte

Música

Datas de shows de Bruno Mars causam confusão e viram caso de polícia

Netflix

As complexidades da vida em "Limites", um filme que vai além do convencional!

Esporte

Tite e Flamengo estão muito próximos de um vexame histórico

Especial para você

Cinema

Ator ganhou o Oscar e teve os valores revelados pela participação no filme

Cinema

Longa segue sendo o grande destaque das premiações do cinema mundial

Cinema

Astro de Oppenheimer disse que prefere conversar com as pessoas

Cinema

Longa está previsto, inicialmente, para chegar às telonas em outubro

Cinema

Academia revelou detalhes da cerimônia marcada para 10 de março

Cinema

Longa se tornou o grande vencedor de mais uma premiação do cinema

Cinema

Barry Tubb tomou a decisão de processar o estúdio

Cinema

Longa segue sendo assistido por milhões de pessoas nos cinemas

Advertisement