Connect with us

Hi, what are you looking for?

Atualidades

Ministério da Saúde faz pesquisa sobre situação vacinal das crianças

ministerio-da-saude-faz-pesquisa-sobre-situacao-vacinal-das-criancas
Bolsonaro e seus fãs viraram piada nas redes
Atualidades

Bolsonaro: ato favorável ao ex-presidente rende muitos memes

Bolsonaristas viraram piada nas redes sociais
Atualidades

Bolsonaristas usam estrela de pentagrama na bandeira de Israel e viram piada

O Ministério da Saúde entrevistará cerca de 23 mil pais e mães para identificar e entender as principais dificuldades para o cumprimento do calendário de vacinação. Desde o início de dezembro estão sendo entrevistadas famílias selecionadas para a pesquisa que tenham crianças nascidas em 2017.  

O estudo está sendo realizado em 19 estados e no Distrito Federal até o dia 30 de dezembro.

De acordo com a pasta, o entrevistador irá fotografar a caderneta de vacinação da criança para identificar as vacinas que as crianças já receberam ou não. 

A pesquisa estimará as coberturas vacinais relativas à BCG, hepatite B, poliomielite, pentavalente, rotavirus humano, febre amarela, meningocócica C conjugada, pneumocócica 10 valente conjugada, influenza, hepatite A, tríplice viral, varicela e reforço para DPT e poliomielite.

O levantamento vai apontar interferências das condições de vida na cobertura vacinal, avaliar as diferenças entre a cobertura estimada pelos inquéritos e os dados administrativos obtidos pelo sistema de informação do Programa Nacional de Imunizações (PNI). 

Outra meta é obter a estimativa da cobertura vacinal para o esquema completo e para cada vacina incluída no calendário do PNI para crianças aos 12, 18 e aos 24 meses de idade, o acesso ao serviço de vacinação e a adesão em crianças até os 24 meses de idade.

A partir dos resultados do estudo, o Ministério da Saúde poderá definir novas estratégias que possibilitem melhorar o acesso à vacinação das crianças. 

Identificação

O ministério alerta que as entrevistas são realizadas por profissionais identificados com camiseta e crachá, portando um tablet para fazer a entrevista e fotografar a caderneta de vacinação. As crianças são visitadas em sua residência para a análise de sua situação vacinal, estrato social e compartilhamento das dificuldades para o cumprimento do calendário de vacinação. O tempo estimado da entrevista varia de 20 a 30 minutos. Os entrevistadores não coletam dados pessoais como número do CPF ou dados bancários.

A pesquisa está sendo realizada em Belém, Rio Branco, Macapá, Palmas, João Pessoa, São Luiz, Fortaleza, Natal, Teresina, Recife, Maceió, Aracaju, Rio de Janeiro, Vitória, Belo Horizonte, Florianópolis, Curitiba, Campo Grande, Cuiabá e Brasília.

Written By

Sou ávida por Shows e Realities (BBB, Fazenda, De Férias com o Ex, Largados e Pelados, The Voice, etc) e uso isso para informar quem não tem tempo para ver tudo que rola na telinha. Amo carnaval e bloquinhos.

Advertisement

Recomendadas

Big Brother Brasil

Cantor teve acesso às imagens que ficaram marcadas no programa

Novelas

Rapper levou o clima de amor da novela para a vida real

Cinema

Disney revelou todos os detalhes e o teaser do novo longa

Tecnologia

Marca se coloca como uma das mais criativas e inovadoras

Famosos

Influenciadora precisou comprar os materiais escolares da filha

Novelas

Novelas

Garoto terá conversa séria com José Inocêncio depois do que viu

Novelas

Rapper vai dar vida a um matador e promete muitas cenas agitadas

Novelas

Garoto ficará incomodado com o romance entre Mariana e José Inocêncio

Novelas

Atriz fez texto emocionante para se despedir da personagem

Novelas

Juliana Paes foi uma das poucas atrizes que continuaram na segunda fase

Veja outras relacionadas

Esporte

Equipe derrotou o rival e conquistou o título pela quinta vez na história

Famosos

Cantora revela alguns esquecimentos, que a tem deixado triste

Famosos

Cantor está internado em hospital com embolia pulmonar

Saúde

Mileide Guedes estava desaparecida desde a madrugada de sábado (2)

Famosos

Cada sessão do tratamento que usa microagulhamento e radiofrequência custa 5,5 mil reais

Bombando

Marissa Dubois é norte-americana e trabalha como modelo e influenciadora digital.

Bombando

Camila Lewin, que é médica, também explica o perigo dos anabolizantes

Televisão

Colunista do "A Tarde É Sua" descobriu doença autoimune e está na UTI