Connect with us

Hi, what are you looking for?

Atualidades

Antecipação do auxílio-doença será limitada até 31 de dezembro

antecipacao-do-auxilio-doenca-sera-limitada-ate-31-de-dezembro

Regulamentação saiu no Diário Oficial de hoje

A antecipação do auxílio-doença, adotada pelo governo durante a pandemia de covid-19, será paga aos beneficiários pelo período definido no atestado médico, limitado a até 60 dias, mas não poderá exceder o dia 31 de dezembro, quando terminam os efeitos do decreto de calamidade pública em razão da pandemia.

Instituída em abril, a medida foi prorrogada novamente na semana passada para requerimentos de auxílio-doença feitos até 30 de novembro.

A prorrogação foi regulamentada por uma portaria conjunta do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, do Ministério da Economia, publicada hoje (3) no Diário Oficial da União.

Advertisement. Scroll to continue reading.

O prazo máximo de pagamento é até 31 de dezembro, mas há a possibilidade de o segurado apresentar pedido de revisão para fins de obtenção integral e definitiva do auxílio-doença, na forma estabelecida pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

Perícia médica
Por meio da antecipação, o beneficiário recebe até um salário mínimo (R$ 1.045) sem perícia médica, bastando anexar um atestado médico ao requerimento com declaração de responsabilidade pelo documento no portal do INSS ou do aplicativo Meu INSS. Após a perícia médica, o segurado recebe a diferença em uma parcela, caso o valor do auxílio-doença supere um salário mínimo.

Na semana passada, o INSS iniciou o pagamento das diferenças das antecipações recebidas até 2 de julho. Quem tiver direito ao pagamento da diferença receberá uma carta do órgão com todas as informações do recálculo ou poderá checar pelo site e aplicativo Meu INSS, além do telefone 135.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Para requerer o auxílio-doença e receber a antecipação, o segurado deverá apresentar atestado médico legível e sem rasuras. O documento deverá conter assinatura e carimbo do médico, com registro do Conselho Regional de Medicina (CRM); informações sobre a doença ou a respectiva numeração da Classificação Internacional de Doenças (CID); e prazo estimado do repouso necessário.

A concessão do auxílio-doença continua considerando os requisitos necessários, como carência, para que o segurado tenha direito ao benefício.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Bruno Silva
Written By

Você também vai gostar disso

Atualidades

Cada pessoa reage de forma diferente quando estão em situações que exigem decisão e ação de forma rápida, sob pressão. Apesar de ser algo...

Atualidades

Uma criança de 9 ano deu entrada no hospital com um ferimento no rosto causado por arma de fogo. O caso aconteceu no bairro...

Atualidades

Pesquisa mostra que casos brandos podem não produzir memória imune Pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) observaram que a primeira exposição ao coronavírus pode...

Atualidades

Serão pagos R$ 1,2 bilhão em benefícios A Caixa inicia hoje (23) o pagamento, via depósito em Poupança Social Digital, do Auxílio Emergencial Extensão...

Atualidades

Resolução foi publicada hoje no Diário Oficial da União As vacinas para covid-19 que tiverem autorização para uso emergencial no Brasil não terão o...

Atualidades

Anúncio foi feito por diretor do Banco Central A partir de janeiro, o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) poderá ser recolhido...

Atualidades

Até agora, 6.354.972 pessoas se recuperaram da doença O balanço divulgado nesta terça-feira (22) pelo Ministério da Saúde registra 55.202 novos casos de covid-19...

Atualidades

Principal impacto ficou com grupo de alimentação e bebidas O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – 15 (IPCA-15), que mede a prévia...

Advertisement

Copyright © 2021 TudoPop.