Netflix lança nova série dos mesmos diretores de 'Bad Boys For Life'

'Soil' traz uma história curiosa sobre muçulmanos, família e morte

Redação Tudo Pop Publicado segunda 13 julho, 2020

Soil traz uma história curiosa sobre muçulmanos, família e morte
A série Belga 'Soil' estreou dia 8 de julho na Netflix - Divulgação
Gostou dessa? Clica aqui

A Netflix anunciou no último dia 8 de julho a estreia de Soil, uma nova série belga. A ideia do roteiro original é de Zouzou Ben Chikha, Dries Heyneman e Wannes Capelle. A direção fica por conta da dupla belga Adil El Arbi e Bilall Fallah (Bad Boys Para Sempre) junto com Mathieu Mortelmans ("Unité 42", "Gent West", "Vermist"). A produção é uma parceria da Netflix com a Lunanime (que pertence ao grupo Lumière) e a SBS Belgium. Soil terá estreia mundial, exceto na Bélgica, Alemanha, Suiça e Áustria de língua alemã, onde a Netflix acompanhará as TVs locais.

Quando um muçulmano morre em uma família belga, a família enfrenta um dilema: enterrar o corpo ou levá-lo ao local de nascimento da pessoa. O jovem Ishmael Boulasmoum, que herdou a empresa de repatriação do pai junto com sua irmã, encontrou uma solução mais interessante: trazer a terra do Marrocos para enterrar seus mortos nela. E assim, num solo fértil, nasceu um novo negócio.

Soil é uma série de oito episódios com produção de Jan Declercq, da Lunanime, que pertence ao grupo Lumière. A série traz Yassine Ouaich ("GR5"), Charlotte De Bruyne ("De Twaalf"), Barbara Sarafian ("Gevoel Voor Tumor"), Tom Vermeir ("De Twaalf"), Reinhilde Decleir ("Beau Séjour"), Saïd Boumazoughe ("Patser"), Mourade Zeguendi ("Gina en Chantal"), Ahlaam Teghadouini ("Hoodie"), Dries Heyneman ("Bevergem"), Ward Kerremans ("Penoza"), Emilie De Roo ("16+") e Wannes Cappelle ("Bevergem").

Os diretores Adil El Arbi e Bilall Fallah contam um pouco sobre a trama:

"Soil retrata uma história que é muito familiar para muçulmanos e marroquinos, mas também é um pouco universal, já que fala de família e luto. Estamos muito felizes de estar dirigindo novamente uma série na Bélgica depois de nossa aventura em Hollywood. O elenco é incrível, o roteiro está impecável, e estamos ansiosos para entrar no set em Bruxelas, que foi onde tudo começou".

Lina Brouneus, diretora de coproduções e aquisições da Netflix, falou um pouco sobre a parceria:

"Estamos muito felizes em trazer a série para a Netflix junto com a Lumière e a SBS Belgium. Adil El Arbi e Bilall Fallah e toda a equipe da Lumière são extremamente talentosos, e queremos muito mostrar a visão criativa deles para nossos assinantes no mundo todo".

Ainda sobre a parceria, Jan Declercq e Marike Muselaers da Lumière comentam:

"A Netflix e a Lumière têm uma parceria de longa data, desde que a Netflix foi lançada no Benelux. Depois de trabalharmos juntos na distribuição, vai ser um prazer coproduzir a nossa primeira série. Embora a história se passe na Bélgica, Soil é uma trama universal sobre família e pertencimento. Por isso, vai ser muito interessante levá-la para o público global da Netflix".

Soil (Grond, no idioma original) é uma produção da Lumière, comissionada pelo canal VIER (SBS) em colaboração com a Netflix e a Telenet,  com o apoio do Creative Europe – Media Programme da União Europeia, o Flanders Audiovisual Fund/Mediafund, o Screen Brussels e Belgian Tax Shelter (Lum.Invest & BNP Paribas Fortis Film Finance).

A série estreia na Bélgica pela VIER e estará disponível na Netflix seis meses depois da data do último episódio e também na Telenet (serviço de entretenimento local).

Último acesso: 11 Aug 2020 - 21:28:02 (1052644).