Morre Paulo 'P.A.' Pagni, ex-baterista da banda RPM

Músico lutava contra uma fibrose pulmonar

Bruno Silva Publicado domingo 2 junho, 2019

Músico lutava contra uma fibrose pulmonar
Paulo Pagni (terceiro na foto) com a formação original do RPM - Divulgação

O mundo da música e do rock brasileiro e em especial os fãs da banda RPM foram surpreendidos com uma triste notícia neste domingo (2). Paulo Antônio Figueiredo Pagni,  ex-baterista do grupo RPM, que explodiu nas paradas de sucesso nos anos 80 e foi a banda de Rock mais bem sucedida naquela época, faleceu neste domingo aos 61 anos de idade.

Nas redes sociais a banda comunicou oficialmente o falecimento:

“Infelizmente temos a tristeza de anunciar o falecimento do nosso querido e eterno baterista, Paulo Antônio Figueiredo Pagni, o P.A. Nosso irmão partiu poucos momentos atrás, mas seu legado será eternamente lembrado. Pedimos a compreensão de todos nesse momento de dor e boas vibrações para que sua passagem seja em paz e com muita luz”.

Apesar da causa da morta ainda não ter sido oficialmente divulgada, no mesmo dia do aniversário do músico que foi no último sábado (1), Paulo Ricardo, ex-vocalista do RPM, revelou que o músico sofria de Fibrose Pulmonar. O cantor ainda explicou um pouco mais da doença em seu post.

"Eis aqui o motivo da internação do PA: Fibrose pulmonar é uma doença respiratória crônica e progressiva caracterizada pela formação de excessivo tecido conectivo (fibrose), engrossando as paredes dos tecidos pulmonares. Ocorre quando o tecido pulmonar é danificado e forma cicatrizes, endurecendo e prejudicando a elasticidade e troca gasosa", escreveu Paulo Ricardo. Após o anúncio da morte do amigo, Paulo Ricardo apagou o post.

Último acesso: 21 Jan 2020 - 00:58:35 (1049606).