famosos   / Caso Neymar

Najila Trindade afirma que sofre ameaças e teme ser morta

Modelo relata que está sendo pressionada por pessoas 'poderosas'

Bruno Silva Publicado sexta 7 junho, 2019

Modelo relata que está sendo pressionada por pessoas poderosas
Najila Trindade afirmou que está sendo ameaçada e teme pela própria vida - Montagem/Reprodução SBT/Instagram
Gostou dessa? Clica aqui

O caso da denuncia de estupro de Neymar Jr está mexendo com o Brasil. A acusadora, Najila Trindade, após mudar de adovgado por duas vezes, revelou que está sofrendo ameaças por parte de pessoas poderosas ligadas ao jogador. Danilo Garcia de Andrade,  atual advogado da modelo relatou em conversa com o portal UOL que sua cliente está sendo pressionada por várias partes:

“Segundo minha cliente, ela estava sofrendo ameaças de pessoas que seriam ligadas ao Neymar”, disse o advogado.

A modelo também afirmou o fato em entrevista a TV Record:

“Tenho [sofrido ameaças], de pessoas poderosas, de advogados, de diversas pessoas”, disparou.

Em uma entrevista ao site Buzzfeed Najila chega a dizer que teme pela própria vida e relata uma teoria:

“Estou com muitos problemas emocionais, pressões. Minha vida está do avesso. Não como, não durmo e todo mundo me exige entrevistas. É mais fácil me incriminar como puta e fim, arquivar o caso. Esse mundo é uma merda”, desabafou a modelo.

“E sabe o que vai acontecer? Vão me matar e dizer que eu me suicidei, que estava mentindo e vida que segue. Mulheres continuarão a ser estupradas, violadas, violentadas e tratadas como lixo. Meu apartamento foi arrombado, entendeu? Acabei de ligar para a síndica e ninguém sabe, ninguém viu. Está todo mundo de complô contra mim porque eu sou tão mentirosa, tão caluniosa… Mas, se não tivesse alguma coisa, eles não estariam com essa preocupação toda de mim, não é verdade?”, afirmou.

“Pelo amor de Deus! Eu não sou de ferro! Todo mundo sendo comprado. Ele [Neymar] pode ter dinheiro. Pode comprar o mundo! Mas eu estou falando a verdade! Ele me estuprou, me agrediu e nada e nem ninguém vai mudar isso o que aconteceu”, finalizou o modelo.

O caso segue em investigação e contou com o depoimento do jogador na noite desta quinta-feira (6) em uma delegacia no Rio de Janeiro. Neymar foi ouvido por cerca de 1h40 min pelo delegado e deixou o local escoltado por seguranças e altamente assediado pela imprensa e fãs.

Último acesso: 26 Sep 2020 - 09:51:46 (1049767).