Cacau Protásio sofre ataque racista e recebe apoio de amigos famosos

Atriz gravou um filme em quartel de bombeiros e cenas circularam na internet

Bruno Silva Publicado quinta 28 novembro, 2019

Atriz gravou um filme em quartel de bombeiros e cenas circularam na internet
Cacau Protásio foi vítima de racismo e gordofobia na internet - Reprodução Instagram
Gostou dessa? Clica aqui

A atriz Cacau Protásio divulgou imagens de uma gravação que fez no corpo de bombeiros para o filme "Juntos e Enrolados". Após as imagens circularem na web, um bombeiro resolveu atacar a atriz de maneira covarde e racista na internet. Cacau se pronunciou sobre o caso:

"Estou fazendo um filme em que eu faço um sargento do Corpo de Bombeiros . Domingo fui filmar no Batalhão do centro da cidade. Sendo que tem um bombeiro que fez um vídeo de uma cena solta e espalhou. A cena é um pedaço do sonho do meu superior. Ele espalhou o vídeo com um áudio me xingando de negra, gorda e filha da puta. Racismo é preconceito e isso é muito triste. Não entendi por que tanto ódio", escreveu a atriz.

Após o lamentável episódio, alguns amigos artistas da atriz se manifestaram em sua defesa e contra o ato criminoso. O ator Marcos Pasquim usou suas redes sociais para falar sobre o caso:

"Cacau Protásio é uma talentosa atriz com quase 20 anos de carreira. Mulher, negra, guerreira e que merece nosso respeito. Não há hipótese em que episódios de racismo possam ser tolerados. Racismo é crime, e ponto”, declarou o ator.

O autor e ator Paulo Gustavo também se manifestou:

"meu amor, eu acompanho de perto sua luta, sua alegria, seu carisma, suas conquistas! Uma honra trabalhar e conviver com você! Fica bem!”, escreveu Gustavo.

Último acesso: 06 Jun 2020 - 17:42:21 (1051601).