Músico Enio Morricone morre aos 91 anos

Legendário compositor é responsável por mais de 500 trilhas do cinema

Redação Tudo Pop Publicado segunda 6 julho, 2020

Legendário compositor é responsável por mais de 500 trilhas do cinema
Maestro Eni Morricone morreu aos 91 anos na Itália - Reprodução Instagram
Gostou dessa? Clica aqui

O mundo do cinema chora a morte de um dos seus mais geniais e legendários compositores. Enio Morricone morreu aos 91 anos nesta segunda-feira (6) na Itália. Segundo informações da agência de notícias Reuters, o maestro estava internado em uma clínica em Roma, após sofrer uma queda e fraturar o fêmur.

Morricone foi responsável por nada mais nada menos que 500 trilhas sonoras que marcaram a história do cinema. As trilhas clássicas do maestro italiano estão em vários filmes do “faroeste spaghetti”. Enio Morricone teve uma parceria em muitos filmes do ator e diretor Clint Eastwood.

O prêmio mais famoso da indústria cinematográfica, o Oscar, foi o último a coroar sua contribuição ao cinema. Em 2016, Enio Morricone  conquistou o prêmio que faltava na sua estante pela trilha sonora do filme "Os Oito Odiados", mais uma de suas parcerias com o diretor norte-americano Quentin Tarantino, que é declaradamente fã do maestro.

Na ocasião em que recebeu o Oscar, o italiano não teve dúvidas a quem agradecer: sua esposa, Maria Travia.

"Dediquei o Oscar a minha mulher Maria porque ela teve muita paciência para suportar a minha ausência. Fui muito absorvido pela profissão e a distância da família ocorreu nos anos mais intensos da minha carreira. Não era completamente ausente, isso não, mas perdi alguns momentos da vida dos meus filhos. Mas, minha mulher estava lá, sempre esteve e por isso dedico o Oscar a ela", declarou Enio Morricone emocionado, sendo ovacionado pela plateia da festa mais famosa do cinema.

Em 2016 o italiano também ganhou uma estrela na calçada da fama. Seu reconhecimento também veio em outros prêmios e outros países. Na Itália, seu país de nascimento, recebeu quatro comendas entre 1995 e 2017 por sua importância para a cultura do país. As homenagens do tipo também foram feitas na França em 2009 (Cavalheiro da Ordem Nacional da Legião de Honra) e na Espanha em 5 de junho deste ano (Prêmio Princesa das Astúrias pela Arte). (ANSA)

 

Último acesso: 24 Nov 2020 - 09:01:24 (1052568).