Acervo Lembranças

Lembranças são como raízes

Memórias importam muito para nós, mas elas tanto podem causar alegrias e nos impulsionar a diversos outros sentimentos positivos, como provocar dor e nos imobilizar

sexta 3 agosto, 2018
Memórias são importantes e causam os mais diversos sentimentos
Memórias são importantes e causam os mais diversos sentimentos Foto: Shutterstock


Há quem diga que somos constituídos por nossas lembranças. E a afirmação faz sentido se pensarmos que “os fatos vivenciados só são memorizados durante anos porque geraram afetos quando aconteceram”, conforme explica a psiquiatra da Faculdade de Medicina de Catanduva (FAMECA) Ana Carolina dos Santos Ramos.

Há, então, uma relação emocional direta entre o indivíduo do presente e o que passou, e é isso a fonte de nossas memórias afetivas. Mas essas emoções podem ser positivas, ou nos imobilizar, trazendo dor e sofrimento.

As lembranças nunca são uma reconstituição fiel e direta do que aconteceu. A relação presente e passado não deve ser ignorada, já que, no processo de recordar, as memórias são afetadas por nosso atual estado emocional e pelas nossas vivências mais recentes.

É por isso que um mesmo fato pode ser recordado de maneira completamente distinta pelas pessoas que o vivenciaram, pois cada um acaba focando em algum detalhe específico.

Duas formas de sentir

O filósofo, educador e escritor Mário Sergio Cortella propõe uma reflexão ao fazer clara distinção entre saudade e nostalgia. Para ele, a lembrança saudosista é “raiz”, na medida em que produz alegrias, encanta e nos projeta para o futuro.

Por outro lado, o sentimento nostálgico seria uma “âncora”, pois nos afunda em um tempo que já passou e, muitas vezes, duplica o sofrimento no presente.

Em entrevista exclusiva à Bons Fluidos, Cortella recorre à metáfora da autópsia e da biópsia para explicar melhor as formas distintas como o indivíduo pode lidar com suas lembranças.

“Quando a gente só lembra as coisas que machucam, a gente passa o tempo todo fazendo autópsia. Isto é, buscando ‘a causa da morte’, e isso leva, claro, a uma sensação de impossibilidade”, explica o filósofo.

“Quando a pessoa busca olhar aquilo que já foi como algo que pode ajudá-la agora, ela faz biópsia. Portanto, pega algo que, sim, aconteceu em um tempo, mas faz com que aquilo permaneça com vitalidade”, completa.|

Ressignificar o que viveu

Essa força positiva que a saudade tem no presente é também ressaltada pela psicóloga cognitivo-comportamental Sonia Regina S. Barbosa, com formação em EMDR (Dessensibilização e Reprocessamento por meio de Movimentos Oculares, em português), técnica de psicoterapia que, a partir do estímulo bilateral do cérebro, processa as lembranças dolorosas e traumáticas que foram armazenadas e as arquiva novamente de forma funcional. 

Conforme aponta a profissional, a saudade é um sentimento que emerge de lembranças registradas ao longo da vida de maneira positiva. “Ao acessarmos essas memórias, percebemos que nossa vida foi marcada por eventos saudáveis, e podemos utilizá-las, até mesmo, quando buscamos recursos emocionais para lidar com desafios”, sublinha Sonia Regina.

Ela completa dizendo que a saudade é capaz de aflorar ferramentas psíquicas benéficas, como sentimentos de segurança, coragem, esperança, entre outros.

 

Para ler esse texto na íntegra, compre a revista Bons Fluidos - Edição 229:

 





Mais Notícias:

Veja mais notícias sobre: Acervo

Ale Terra

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

  1. 1 'A Dona do Pedaço': Maria descobre que Joana não é sua filha
  2. 2 'A Dona do Pedaço': Beatriz e Zé Hélio se casam, emocionados
  3. 3 Kadu Moliterno perde ação em processo movido contra Luana Piovani
  4. 4 Pedro Scooby escapa da morte em onda gigante
  5. 5 Nasce Uri, o primeiro filho de Leticia Colin

Big Brother Brasil

  1. 1 Edição comemorativa do BBB já tem datas de estreia e final definidas
  2. 2 Vencedor do BBB9 Max Porto diz que perdeu todo dinheiro do prêmio
  3. 3 Gleici Damasceno quebra silêncio e explica fim de namoro com Wagner
  4. 4 Ex-BBB Marcos Harter é acusado de assédio e racismo
  5. 5 Vencedora do BBB Paula revela que sabia que estava falando besteiras